MEMBRANAS: para águas salobras e salinas


As estações de potabilização equipadas com tecnologia de membranas estão especialmente recomendadas para o tratamento de águas salobras ou salinas.
Combina-se a utilização de tecnologias convencionais de potabilização de águas (crivagem, oxidação, filtração, etc.) com a tecnologia de membranas (ultra/nano filtração e osmose inversa).E todo esse processo de tratamento é construído sobre umas estruturas similares às dos contentores marítimos de 20 ou 40 pés.


A grande capacidade de tratamento deste tipo de soluções de potabilização oferece ao utilizador uma qualidade de água tratada que cumpre amplamente os parâmetros da OMS.

tecnologia-membranas-bidatek

E este tipo de solução é oferecido nos seguintes modelos
de acordo com a sua capacidade de tratamento:

Modelo
ETAP-M-1
ETAP-M-5
ETAP-M-25
Q(m3/h)
1
5
25
POPULAÇÃO – EQUIVALENTE
240
1200
6000


A linha de tratamento deste tipo de estações pode ser equipada
com as seguintes tecnologias:

  • Bombeamento de água bruta: para envio de água do ponto de captação para a estação.
  • Desbaste inicial: remoção primeira de partículas grossas e flutuantes através de hidrociclone, grelha de grossos, etc.
  • Oxidação inicial: para remoção de baterias e algas existentes no caso de água de mar.
  • Filtração: de vários tipos dependendo da água de entrada (areia, cartuchos, etc.)
  • Ajuste do potencial Redox: para a remoção do excesso de cloro.
  • Tratamento químico: consistente na dosagem de ácido e anti-incrustantes.
  • Filtração fina: crivo com luz de 5μ.
  • Bombas de alta pressão: para a alimentação dos módulos de membranas.
  • Módulos de membranas: dimensionados em função da origem da água a tratar, podendo ser de ultra / nanofiltração ou de osmose inversa.
  • Pós-tratamentos: cloração ou desinfeção de saída, ajuste de pH e/ou remineralização.