ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUAS RESIDUAIS
CONTENTORIZADAS. EQUIPADAS COM TECNOLOGIA MBBR

BIDATEK® oferece uma solução de depuração de águas residuais urbanas baseada na tecnologia de leito móvel (MBBR), construídas em contentores marítimos de 20 e 40 pés.   Baixar catálogo


DESCRIÇÃO DA TECNOLOGIA
DE LEITO MÓVEL (MBBR)

A tecnologia de leito móvel baseia-se no crescimento da biomassa em suportes plásticos que se deslocam no reator biológico pela agitação gerada por sistemas de ventilação (reatores aeróbios) ou por sistemas mecânicos de agitação (em reatores anóxicos ou anaeróbios). Os suportes são de material plástico com uma densidade próxima de 1 g / cm³, o que lhes permite deslocar-se facilmente no reator mesmo com percentagens de enchimento de 70%.

O biofilme que se forma nas paredes do enchimento tem uma maior efetividade do que os flóculos biológicos, o que faz com que os reatores de leito móvel sejam de menor volume do que os de lamas ativas. O crescimento do biofilme no suporte faz com que as camadas internas entrem em anaerobiose fazendo com que parte da mesma se desprenda; isto implica que a formação de biofilme necessário se gere de forma automática segundo a carga.

Os sólidos ou lamas desprendidos do suporte são extraídos do sistema através da sua purga, não precisando de nenhuma recirculação para o reator. Isto simplifica a operação da estação, já que a extração das lamas do reator é automática.

A tecnologia MBBR apresenta as seguintes vantagens
relativamente aos processos biológicos convencionais de lamas ativadas:
  • Menor volume do reator biológico.
  • Processo de grande flexibilidade, ao permitir variar o volume de preenchimento dentro do reator.
  • Não precisa de recirculação de biomassa para o reator, o que faz com que a biomassa não dependa da separação final da lama, evitando problemas habituais em processos convencionais de lamas ativas relacionados com a sedimentabilidade da lama (bulking filamentoso, etc.)
  • A operação e o controlo desse tipo de processos são simples, já que não é necessário um conhecimento da biologia do processo, apenas é preciso manter os equipamentos a trabalhar mecanicamente, dado que o sistema mantém a biomassa no reator até que se desprende do suporte.
Aplicações para este tipo de estações de tratamento de águas residuais:
  • Núcleos urbanos, até 5.000 habitantes.
  • Hotéis, resorts e outros complexos turísticos.
  • Acampamentos de trabalho (minas, grandes obras, etc.).
  • Indústrias.
Relleno plástico. Formación de biopelícula en el soporte plástico

A solução proposta pela BIDATEK oferece a novidade de dispor de um tratamento biológico completo dentro de estruturas contentorizadas, acompanhado da maior parte dos equipamentos mecânicos e/ou eletromecânicos necessários ao seu funcionamento. Estas estações de tratamento de águas residuais contentorizadas são aptas para o tratamento de águas residuais de populações até 1.200 habitantes – equivalentes (Modelo BDTK-C-1200) ou caudais equivalentes de águas residuais industriais com cargas poluentes similares, podendo ser combinadas várias delas em paralelo para aumentar a população a abastecer.

Este tipo de solução é oferecida nos seguintes modelos
de acordo com a sua capacidade de tratamento:

Modelos POPULAÇÃO – EQUIVALENTE DIMENSÕES
BDTK-C-250 250 2991 x 2438 x 2438
BDTK-C-500 500 6058 x 2438 x 2591
BDTK-C-900 900 9125 x 2438 x 2896
BDTK-C-1200 1200 12192 x 2438 x 2896
As nossas soluções contentorizadas de estações com tecnologia
MBBR têm os seguintes benefícios para os seus utilizadores:
  • Cumprimento de regulamentos de descarga: tecnologia robusta e com grande capacidade de remoção de poluentes que permite o cumprimento dos regulamentos de descarga mais exigentes.
  • Transporte compacto: ao aproveitar a estrutura do contentor.
  • Obra civil mínima: apenas o embasamento para a localização do contentor e a obra de chegada e pré-tratamentos.
  • Montagem simples: todos os elementos estão incluídos dentro da estrutura contentorizada.
  • Colocação em funcionamento simples: conjunto disposto e pré-montado.
  • Simplicidade de operação: trata-se de uma tecnologia robusta e de fácil operação.
  • Funcionamento centralizado: quadro elétrico geral incluído na estrutura do contentor.
  • Transportável: trata-se de uma instalação móvel, que permite a mudança de localização.